5 questões sobre o Lattes que você precisa saber

Ao longo de todo o ano, uma infinidade de Concursos e Processos Seletivos para os mais diversos fins, acadêmicos e científicos, se abre – são vagas para professores universitários, processos de seleção nos mais diversos programas de Mestrado, Mestrado Profissional e Doutorado, entre outros. E para se apresentar nesses concursos, numa instituição nacional, o pesquisador / docente / candidato, precisa ter um Currículo Lattes. Este é um currículo que se presta a registrar específica e detalhadamente a vida acadêmica dos pesquisadores brasileiros e tornou-se o modelo-padrão de currículo adotado pelas agências de fomento, universidades e institutos de pesquisa do país, e cuja plataforma é mantida pelo CNPq.

 

Mas fazer e manter um currículo Lattes, embora possa parecer simples e funcional, nem sempre é: desde a montagem e durante toda a sua manutenção, seu funcionamento e seu preenchimento exigem um certo expertise. Há muitas questões a serem respondidas a fim de preencher seu Lattes com qualidade e informações pertinentes.

1) Como fazer o Resumo do Lattes? Que tamanho tem que ter?

O Resumo é a sua apresentação, é a primeira coisa que qualquer pessoa que acessar seu currículo vai ler – inclusive uma parte dele vai aparecer no diretório de pesquisa. Por isso, ele precisa de características bem específicas que façam o leitor se interessar e entender, rapidamente o seu currículo, e o que ele pode esperar disso. Então, em primeiro lugar, procure escrever um currículo que tenha entre 150 e 250 palavras (essa é a média que um leitor padrão consegue ler em questão de um minuto a um minuto e meio). Além disso, você deve colocar a sua atividade mais recente logo no começo do resumo, por que isso vai fazer com que o leitor saiba o que você está fazendo agora. Por fim, não esqueça de colocar no resumo seus títulos acadêmicos em ordem de importância – bacharelado, especialização, mestrado, doutorado, pós-doutorado, livre docência, entre outros.

2) Comprovação / Documentação do Lattes: como fazer?

O currículo Lattes deve estar devidamente documentado – isto é, se você foi a um evento, por exemplo, pegue o(s) certificado(s) recebidos e guarde (em formato digital ou físico) e mantenha essa documentação a mão e arquivada, por que na hora de entregar o seu Lattes em algum concurso, ele deve estar devidamente documentado – ou seja,, esses documentos devem comprovar as informações que você preencheu ali. Então, se você foi a um evento, o certificado deve estar anexado ao seu Lattes; se você fez uma publicação, a página de rosto ou a carta de aceite deverão estar lá. Existem outras modalidades de documentação: e-mails, fotografias, cartas, etc. Se o concurso não especifica restrições quando ao tipo de documentos comprobatórios que você pode submeter, então, qualquer coisa que corrobore a informação que vc dispôs é válido.

3) No Lattes só pode colocar produção científica? Só produção Científica pontua?

Num concurso, só a produção científica que pontua? Depende muito do tipo de concurso, mas em geral, a resposta é não. Há inúmeras seções no currículo Lattes, e em algumas carreiras e processos de seleção, o que você faz profissionalmente conta ainda mais que a produção científica, e nesse caso, você deve se valer da vasta seção técnica  que há na plataforma do currículo, sendo que há, ainda, espaços para produções artísticas e criativas, para a organização de eventos, a participação em bancas, entre outros.

4) Posso inserir um mesmo certificado em mais de uma categoria?

Logicamente, tudo depende muito de que tipo de certificado estamos falando, mas não é raro que uma mesma atividade englobe mais de uma entrada no Lattes. por exemplo: se você foi a um evento e faz uma apresentação baseada num artigo que consta nos anais, esse evento vai gerar 3 entradas no seu Lattes – a da participação como Ouvinte, a da Apresentação de Trabalho (ou comunicação oral) e da Publicação de Artigo em Anais (desde que haja ISBN). E cada uma dessas inserções está em diferentes pontos do Lattes. Outro caso, é o de Orientação de Alunos em TCC: orientar um aluno num TCC gera a entrada relativa à própria orientação – enquanto ela está em curso, ela deve ser inserida na parte de “orientações em andamento”, quando concluída, “orientações concluídas”; além disso também cabe a participação em banca. Ou seja, cada certificado deve ser analisado com clareza e frieza para tanto.

5) Qual a diferença entre os itens de produção que estão em “Produção” e os que estão em “Educação e Popularização de C&T” no Lattes?

A diferença primordial no preenchimento da seção de “Educação e Popularização de C&T” tem a ver principalmente com aquilo que é produzido visando os avanços na educação nacional e os projetos que visam gerar interesse ou disseminar informação sobre Ciência e Tecnologia. Muitas das entradas nesta seção podem ser encontradas em outras partes do Lattes – e, no entanto, precisam ser repetidas aqui, pois aqui elas assumem um caráter pedagógico, e passar a integrar uma seção específica nos bancos de dados do CNPq, da própria plataforma Lattes e das instituições que dela fazem uso. E, em caso, por exemplo, de concursos ligados à educação básica, aos Ministérios da Educação, da Ciência, Tecnologia e Inovação, essas informações, dispostas nos seus itens corretos, ganham destaque e peso.

000001


Gostou desse artigo? Deixe sua opinião!

Precisa de ajuda com Lattes? Dá uma olhadinha aqui.

Licença Creative Commons
Gaia Sofia de Blog sobre Educação, Escrita e Vida Acadêmica está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://www.gaiasofia.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://www.gaiasofia.com.br.

Janaina L. Azevedo

Janaina L. Azevedo é Línguísta, Mestranda em Mídia e Tecnologia na UNESP de Bauru, e trabalha como Profissional Independente e Criativa. Escritora, Tradutora, Feminista, Artista (e arteira) nas horas vagas e Mãe do Dante no resto do tempo.

One Reply to “5 questões sobre o Lattes que você precisa saber”

Deixe uma resposta